Porque a Natureza é boa para sua Saúde Mental


Caminhadas, natação, ciclismo e outras atividades ao ar livre são atividades boas para a nossa saúde física. Mas essas atividades podem também beneficiar nossa saúde mental? Esta questão tem fascinado os pesquisadores de saúde mental.


Na verdade, é uma crença antiga de que a exposição à natureza, à água e ao sol pode facilitar a recuperação da doença mental. Isso não é apenas parte do senso comum. É uma crença compartilhada pela comunidade médica ao longo dos tempos.


Por exemplo, no século 19, um tratamento recomendado para doenças mentais, como a depressão, eram visitas regulares a um spa ao ar livre em uma área de beleza natural excepcional. Isso foi conhecido como "hidroterapia" e tornou-se um tratamento comum em toda a Europa.


Além disso, os asilos mentais, como o Hospital Douglas em Montreal, foram deliberadamente construídos no campo, muitas vezes em vastos terrenos bem cuidados com árvores, perto de águas tranquilas. A decisão de criar esses ambientes hospitalares baseou-se na crença no poder curativo da natureza, bem como a crença de que os ambientes industrializados pioraram a saúde mental.


As cidades são ruins para a saúde mental?


A crença de que a doença mental é pior em ambientes industrializados e urbanizados é apoiada por alguma evidência. Por exemplo, muitas pesquisas recentes sugerem que as taxas de doenças mentais são maiores nos centros urbanos, em comparação com as taxas no campo.


Por um lado, isso pode ser explicado por efeitos de composição pelo qual pessoas vulneráveis ​​a doenças mentais se reúnem para as cidades do interior; Que contêm mais abrigos, serviços e suporte. Por outro lado, isso pode ser explicado por efeitos contextuais, onde o ambiente urbano pode criar níveis tóxicos de solidão, anonimato e estresse.


Estamos atualmente em uma era de psiquiatria biológica, e a medicina convencional tende a ignorar o papel potencial da natureza na cura e recuperação. Isso é infeliz, uma vez que a evidência sugere que o contato com a natureza pode melhorar a saúde mental de três maneiras.


Exercício, luz solar e o ar livre.


Em primeiro lugar, caminhadas, caminhadas, ciclismo e outras atividades externas comuns são formas comuns de exercício. O exercício libera endorfinas que elevam o humor e reduzem a dor. Algumas pesquisas recentes indicam que o impacto positivo do exercício pode exceder o da medicação antidepressiva. Na verdade, médicos em países como o U.K. agora podem prescrever oficialmente exercícios para tratar a depressão.


Em segundo lugar, a pesquisa sugere que a exposição à luz solar pode ser muito importante para a saúde mental positiva. Esta luz solar libera serotonina que ajuda a melhorar o humor e, por sua vez, regula um ciclo de sono normativo. Na verdade, a falta de luz solar tem sido implicada em altas taxas de suicídio nos países do norte, como a Gronelândia e a Finlândia. Assim, estar exposto à luz solar, especialmente em conjunto com o exercício, pode melhorar ainda mais a saúde mental.


Em terceiro lugar, as pessoas com doenças mentais mais graves, como a esquizofrenia, muitas vezes têm problemas com sua saúde física. Isso freqüentemente inclui problemas de obesidade (um efeito colateral comum da medicação psicotrópica) e dificuldades de sono. A atividade ao ar livre em pessoas com doença mental grave pode, assim, ajudar a melhorar sua saúde física, o que, por sua vez, pode melhorar sua qualidade de vida geral.


Terapia de natureza?


Alguns hospitais psiquiátricos têm programas para promover contato com a natureza. O Hospital Douglas em Montreal possui um programa de terapia horticultural que envolve pacientes em jardinagem ao ar livre. Ele também possui um programa de terapia assistida por animais, que envolve pacientes que tomam cães terapêuticos em longas caminhadas nos terrenos do hospital. Há pouca pesquisa sistemática sobre os efeitos desses programas, mas alguns estudos sugerem que eles podem reduzir a ansiedade, o estresse e a solidão, bem como melhorar o bem-estar emocional.


Em geral, a evidência parece clara. O contato prolongado com a natureza (incluindo animais) pode promover a saúde mental positiva. Como tal, este contato deve ser encorajado para todos, mas especialmente para pessoas com doença mental.


Então, maximize seu contato com a natureza neste verão. É bom para sua saúde mental.


Pode, assim, ajudar a melhorar sua saúde física, o que, por sua vez, pode melhorar sua qualidade de vida geral. Terapia de natureza? Alguns hospitais psiquiátricos têm programas para promover contato com a natureza. O Hospital Douglas em Montreal possui um programa de terapia horticultural que envolve pacientes em jardinagem ao ar livre. Ele também possui um programa de terapia assistida por animais, que envolve pacientes que tomam cães terapêuticos em longas caminhadas nos terrenos do hospital. Há pouca pesquisa sistemática sobre os efeitos desses programas, mas alguns estudos sugerem que eles podem reduzir a ansiedade, o estresse e a solidão, bem como melhorar o bem-estar emocional.


Retirado de Huffington Post, 20 de julho de 2017: http://www.huffingtonpost.ca/robertwhitley/nature-mental-health_a_23028632/


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square