Como o estado emocional da mãe durante a gravidez pode alterar o desenvolvimento da criança

O professor Vivette Glover é o destinatário do Prêmio do Parent Infant Partnership UK (PIPUK) pela Pesquisa em Gestação e Saúde Mental Infantil.


O professor Glover fala sobre sua pesquisa vencedora do prêmio, que aponta como o estado emocional da mãe durante a gravidez pode alterar o desenvolvimento do feto e posteriormente, da criança.


“Mostramos que se a mãe está nos 15% superiores de uma população em geral para sintomas de ansiedade ou depressão, isto dobra o risco do seu filho ter uma gama de problemas no desenvolvimento neurológico como déficit de atenção, transtorno de conduta ou sintomas de ansiedade e depressão, depois de permitir uma ampla gama de fatores de confusão incluindo o humor no pós parto e competências parentais. Isto também aumenta o risco de problemas cognitivos.


A maioria das crianças não é afetada e nós demonstramos que a composição genética da criança pode ajudar a explicar sua vulnerabilidade ou resiliência. Nós também demonstramos alguns mecanismos subjacentes, incluindo como o estado emocional da mãe pode afetar a função da placenta.


A implicação disto é que se pudermos oferecer um melhor cuidado emocional para as mulheres durante a gestação, nós melhoraríamos os resultados para nossos filhos.”



Fonte: http://www3.imperial.ac.uk/newsandeventspggrp/imperialcollege/medicine/departmentofsurgeryandcancer/newssummary/news_3-7-2017-11-46-9 (tradução nossa)


#gravidez #saúdeemocional #prénatalpsicológico #psicologiaperinatal #mãebebê #cuidadosnagestação

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square